quinta-feira, 26 de agosto de 2010

FONTE INESGOTÁVEL


Oh ! linda velhinha
Que ouvia "Maringa"
esquentava meu leito
com amor puro do peito

Só sentia no meu sentimento
sorria nos meus lábios
esperançava na minha esperança

A Lâmina da saudade
me retalha inteiro.


Autor: Roberto de Araújo

2 Comentários:

Blogger Marcos Silvério disse...

Belo poema! Parabéns!

Estou seguindo o seu BLOG. Por gentileza retribua seguindo o meu: www.marcossilverio.blogspot.com

26 de agosto de 2010 15:23  
Blogger Alessandra Benete disse...

Como sempre... lindo poema! Parabéns! Realmente amor de mãe é uma fonte inesgotável!

bjnhus meu amigo.

27 de agosto de 2010 14:22  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial