domingo, 10 de outubro de 2010

CLARA NOITE PRETA




Nessa noite preta
liberdade, amor sem pudor...
No peito o jeito da menina
aspirina alegria e emoção.

Marias negras sementes,
noites de estrelas quentes,
brilham como mãe África,
recebe seu filho de além mar,
ameniza a dor, a tristeza e terror.

Luz Preta Maria de todas as crias,
mania de menina de colo, somos
todos nós, que recorremos a vós!

Momento de prazer e
alegria Maria deixa galera
no frison de uma quimera.

Venha seu amor livre
de qualquer temor.
Bebemos seu encanto
nessa noite de estrelas
mil no embalo de Preta Gil.


Autor: Roberto de Araújo
@RAraujo_poeta
Pai do @thiagoLife






1 Comentários:

Blogger EAD/JOYCE disse...

Sou sua fã incondicional, que dizer mais? Adoro os temas pelos quais transita, adoro seu lirismo e sensualidade.bjs

12 de outubro de 2010 09:25  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial