quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

O CARTÃO DE NATAL


A família em volta
à mesa comemorava
a chegada do Menino Jesus!

Quanta comunhão,
amor em profusão!

A melhor comemoração
do ano corrente com
a Missa do Galo presente!

Carentes, afortunados,
confortados recebiam
as bençãos reflexa do
Salvador onipresente!

Todos olhando o céu
naquela noite, pedidos
eram concedidos,
mesmos que cumpridos
depois de tempos remidos!

Hoje por surpresa
ali está o cartão de natal
sobre as águas do mar
desmanchando seus dizeres
e a força da mensagem!

Hoje simples anúncio
comercial já caindo de moda,
e arremedo de poucos familiares!

O papel se desmanchando
com a grande luz do além.
A cultura indo para a sepultura!

Ainda é tempo voltemos
ao passado recente, todos
constritos e coração aberto,
enchem-nos de graça o
Menino Jesus, as coisas
mundanas não preenche
a lacuna do Natal!


Autor: Roberto de Araújo

1 Comentários:

Blogger maragitado disse...

O Natal pode (deve) ser todos os dias. Um sorriso amigo, um olá sentido, podem ser as estrelas mais lindas na árvore de Nstal.
Para mim, o Natal perdeu todo o sentido e todo ele me deixa em carne viva.
Obrigada por partilhar palavras tão lindas.
Um abraço

25 de dezembro de 2011 13:59  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial