sábado, 28 de maio de 2011

A SAUDADE QUE SUFOCA



Esse vinho
esse conhaque
essa vodka
colocam a gente
quente, mas ainda
permanece a melancolia
essa melodia da saudade!

Não há remédio
nem se remedeia
com a lua cheia!

Esse frio põe
a gente na
berlinda e
nem a luz
linda do amor
a dois acontece!

Não é posse
nem interessa
esse expediente
dos mortais
é o amor que
se conjuga dual
sem nenhum mal!

Incendeia-me
não quero a pena
da solidão, quero
a explosão do sangue
quente na cama
sem censura sem
controle de paixão!


Autor: Roberto de Araújo

1 Comentários:

Blogger Leila disse...

Incendeia !
Essa Paixão inundou mesmo..derrete até um coração q a muito não sente um Amor..
Parabéns.
Lindos versos.

28 de maio de 2011 15:03  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial