terça-feira, 31 de janeiro de 2012

IMAGEM SURREAL


Você é o sol eu sou a escuridão
não devia lhe dizer, mas
a força dessa paixão me
reveste de dor e solidão!

Penso que não existe,
mas o coração impede
desse amor ir embora!

Ira, indiferença, crença
em mim, nada adianta,
você há um momento
é amor, sangue e punhal!

Vou levando até o final não
sei até onde vai essa loucura!

Você sem cabeça, sem mãos, sem
pés, sem nada, mas o inconcebível
substitui sua carência na imagem
pura do seu corpo em plumas, como
uma ausência presente, que derrama
um líquido chamado tormento!

Fiz novenas para lhe esquecer, tomei
banho de arruda, mas você tornou-se sobre humana, começou a rondar minha mente, mesmo estando ela ausente em busca de lhe esquecer, porém o destino cola tudo que não se despedaça entumeceu todo meu ser!

Em horizonte de parede
perdi a vergonha e tive
como a carpideira de repetir
copiosamente "Eu te Amo!"

Autor: Roberto de Araújo







4 Comentários:

Blogger Marisa Cruz disse...

CARO ROBERTO

O AMOR CHEGA DE MANSINHO
FAZENDO NOSSOS OLHOS PISCAREM
CERTIFICANDO SE É REAL VISÃO
OU APENAS MAIS UMA ILUSÃO DE IMAGEM!!

Marisa Cruz

31 de janeiro de 2012 13:27  
Blogger MARAGITADO disse...

e é sempre tão difícil dizer: Eu te amo, olhos nos olhos...
Há um pudor,há toda uma vulnerabilidade que nos fragiliza e nos cala.
O amor dói, o amor magoa, o amor tem medo de se mostrar.
Requer adivinho que receia adivinhar....

Obrigada.
Adorei

31 de janeiro de 2012 13:48  
Blogger Leila disse...

O amor quando vem invade todos os espaços.. e nem pense que ele vai embora !! Fica para sempre..

31 de janeiro de 2012 16:46  
Blogger Andréa Pires disse...

Tão intenso!!!Lindo.

2 de fevereiro de 2012 15:44  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial