terça-feira, 5 de abril de 2011

A CHUVA FORA DE MIM



A chuva
vem me
anunciar
a vontade
de você

Bem juntinhos
um só corpo
em dois seres
não importa
a chuva em
pingos glaciais

Não é fria a chuva
aquece-me
no seu manto
natural de
menina fera leoa

Sou todo proteção
nesse mundo
tenho você

Esse aquecimento
vem das entranhas
do seu ser terra
vulcão perdão
e emoção que
como mágico
cabe na palma
da minha mão
ao lado da sua
a boca que
apenas sorri

E a chuva cai
ou pára
pouco
importa
você está
comigo nesse
leito estreito
de amor

Autor: Roberto de Araújo

2 Comentários:

Blogger Poesia Viciada disse...

Belas palavras.

7 de abril de 2011 12:33  
Blogger Brasigrega disse...

Gostei muito deste aqui. Aguardo sua permissão para postá-lo no meu Blog Poemizando...
http://gregapoemas.blogspot.com

Um abraço

26 de abril de 2011 17:25  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial