sábado, 26 de maio de 2012

SÓ EU E VOCÊ

Penetro-lhe todo o calor
seu corpo em rubor
destila éter de paixão!

É a todo tempo um
tormento de desejo
sem compaixão, um
gesto faminto de amor!

Essa cama é o mundo
dos fora do mundo!

O prêmio maior essa
nudez sem hora remonta
todas as épocas e dá um
banho de humanidade!

Esse ato é a concretude
sensual do amor azul
a paz que voa sem rumo
e a vida se compensa!

Autor: Roberto de Araújo

2 Comentários:

Blogger @marombeira Jociclene Souza disse...

"É a todo tempo um
tormento de desejo
sem compaixão, um
gesto faminto de amor!"

Lindo lindo amigo!Como sempre... bjos
Jociclene

28 de maio de 2012 07:12  
Blogger Leila disse...

Esse amor.. completa o sentido da vida !
Ótimos versos.

29 de maio de 2012 05:50  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial