quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O PORQUE DO PORQUE ?


Caminho...caminho...
Oh!dor em conta gota
que pinga na mente
como sangue que vamos
perdendo pouco a
pouco nessa via
sacra do tempo nesse
corpo esquálido
maquiado de batom!

Somos ilhas,
sociedade é ficção,
solidariedade são
pés no chão que os
próprios não se dão!

Mas como o mar segue
a ordem do vento, as
estrelas a ordem do
firmamento e essa vida
pregada, somos caixotes
empilhados, enfileirados,
esparramados nessa
terra chamada mundo!

Deus oh Deus responda-me
por que tanto chão tanto
perdão, tanta maldade.
Quero o sol desenhado no
caderno escolar não
esse escaldante,o frio
com neve do quadro de
pintura e não esse
que causa fissura!

Quero o carinho
do carinho verdadeiro,
pelo menos uma vez sorrir
por sorrir, amar por amar,
não me deixe só, esse só profundo
que encolhe a gente todo
retorcido como gato acuado,
dê-me a relva que eu possa
pastar os lindos campos
com os olhos e nada
mais pensar!

Então o diabo sai
rindo fumando
o cachimbo da
discórdia!


Autor : Roberto de Araújo


1 Comentários:

Blogger Ligi@Tomarchio® disse...

Olá amigo Roberto!
Obrigada pelo convite. Gostei muito dos seus poemas e do seu Blog!
Tenha uma ótima semana!
Beijinhos mil!!!
Ligi@Tomarchio®

18 de setembro de 2011 15:59  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial